Governo-Geral de Duarte da Costa

Quem foi Duarte da Costa, principais realizações do seu governo, resumo, história, problemas enfrentados

Duarte da Costa: segundo governador-geral do Brasil
Duarte da Costa: segundo governador-geral do Brasil

 

Quem foi (biografia resumida)

 

Duarte da Costa foi um nobre, fidalgo e político português do século XVI. Em Portugal, atuou no Conselho de Sua Alteza Real. Foi comendador da Ordem de São Bento e armeiro-mor do Reino. Exerceu também o cargo de embaixador, durante o reinado de Carlos V, da Espanha.

 

Chegou ao Brasil em 1553, para atuar na administração colonial, a serviço da corte portuguesa. Neste sentido, foi o segundo governador-geral do Brasil. Seu governo durou de 8 de maio de 1553 a 16 de janeiro de 1558.

 

Principais realizações do governo Duarte da Costa:

 

- Organizou a luta contra tribos indígenas, contrárias a presença portuguesa, na região do Recôncavo Baiano.

 

- Organizou expedições em busca de metais preciosos e recursos minerais.

 

- Duarte da Costa teve um sério conflito com o bispo Pedro Fernandes Sardinha. O religioso era contrário aos maus tratos, que o governo-geral praticava junto à população de Salvador. Outro motivo era a intenção do seu filho, D. Álvaro, de escravizar indígenas (inclusive os catequizados). Esta intenção do filho do governador-geral recebeu a oposição ferrenha do bispo católico.

 

- Não conseguiu reagir à invasão francesa na Baía de Guanabara, local onde foi fundada a França Antártica. Duarte da Costa foi muito criticado por isso, fato que colaborou para a sua exoneração em janeiro de 1558.

 

Você sabia?

 

- Na viagem de vinda de Duarte da Costa para o Brasil, em 1553, também estavam nas embarcações José de Anchieta (jesuíta) e o filho de Duarte da Costa (D. Álvaro).

 

 

Artigo publicado em: 22/11/11 - Última revisão: 15/08/2019.
___________________________________

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).