Características da arquitetura colonial brasileira - resumo

Principais características da arquitetura colonial brasileira, resumo, estilo e técnicas de construção

Igreja do mosteiro de São Bento no Rio de Janeiro
Igreja do mosteiro de São Bento no Rio de Janeiro

 

Principais características da arquitetura colonial brasileira (resumo)

 

- Forte influência de estilo arquitetônico português da época.

 

- Na construção de residências era muito utilizada a técnica da taipa de pilão (barro misturado com pedras pequenas).

 

- Muitos fortes (com objetivos militares) foram construídos no litoral brasileiro. Eram feitos, geralmente, de pedras e cal. Tinham formatos de castelos, com presença de torres.

 

- As igrejas também se destacaram muito na arquitetura colonial brasileira. No início da colonização eram simples capelas. Na época do Barroco (séculos XVII e XVIII) passaram a ser imponentes construções com lindas e detalhadas decorações internas (pinturas, entalhes e esculturas de imagens cristãs).

 

- Podemos destacar também a construção das residências dos senhores de engenho, que eram conhecidas como casas-grandes. Possuíam vários cômodos, portas grandes e varandas com alpendres.

 

 

Artigo publicado em: 22/08/2019.
___________________________________

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).